segunda-feira, 28 de maio de 2018

FONTE



Ao pôr do sol 
Ergue-se as águas da fonte
querendo tocar os céus 
Promovendo um espetáculo 
além da imaginação. 
Águas douradas
dançando 
em mais um lindo
final de tarde.

Antes da luz


Antes que a luz acenda 
Vamos olhar a lua
bochechuda e linda 
Olhando para nós 
Lá de cima.
Daqui à pouco 
os postes estarão acesos
E será difícil te ver lua linda
Mas você sempre estará lá. 

domingo, 27 de maio de 2018

LINDO CÉU




Mais um pôr do sol
Céu amarelado
Nuvens cinzentas
As silhuetas das árvores
Se levantam  
como sombras escuras
me lembrando
que a noite já vem
 Mas amanhã 
um outro dia nascerá
os passarinhos cantarão
ouvirei o burburinho das pessoas
abrirei meus olhos de manhã
e agradecerei á Deus
por mais um dia.

"Teu é o dia e tua é a noite; preparaste a luz e o sol."
Salmos 74:16




Minhas Lindas





De mãos dadas
Lá estão a caminhar
minha caçula Karen
e minha netinha Laura
minhas duas garotinhas.
Até hoje 
quando penso na Laura
meu coração pensa na Karen
Minhas bebês de ontem e de hoje.
O tempo me confunde
Se fundem num instante
O ontem e o hoje.
Felizmente é muito real
este amor de tia e sobrinha
tia Kaká
E a pãozinha da titia.





segunda-feira, 7 de maio de 2018

Sete de Maio








Mamy Paulina!
Sei que você não me ouve e não me vê. Sei que você está guardada desfrutando da paz eterna com Deus. Mas quero dizer algumas coisas que sinto no meu coração. (Digo para mim mesma).
Sinto sua falta. Faz um ano e meio que não te vejo, não ouço tua voz, não sinto o toque de tuas mãos macias, pequenas e quentes. No tempo que Deus me deu para estar com você aprendi muito, em especial ter fé e esperar " naquele Pai lá de cima" ( levantando as mãos para os céus) Recebi de você grandes promessas de Deus que se cumprem dia à dia.
Se você estivesse aqui eu iria te contar que a Laura está tão linda! Já está na escola, é esperta e inteligente, gosta de cantar com as crianças na igreja, e de "ler" a Palavra do Senhor. Ela olha a tua foto e diz que é a bisa que mora com o papai do céu. Eu fico tão feliz, e penso em como você ficava feliz com teus netinhos.
A Karen se casou com o Wesley que você conheceu. Você mamy,   e o papy, fizeram muita falta naquele dia. Estamos na caminhada para nosso alvo, que é chegar no céu, pela fé em Jesus. Precisamos nos encontrar né mamy. Não haverá mais tristezas, nem dores, nem separação, só alegrias e regozijos por tão grande salvação.
Hoje ... hoje seria teu aniversário mamy. Hoje seria o dia que você esperava muito à cada ano. Seria um dia de felicidade, mas você não está aqui. A saudade aperta meu coração. Um ano e meio se passou. Parece que ouço o burburinho, conversas, risadas, flores, presentes, crianças correndo e comendo bolos e salgadinhos.
Hoje quero me lembrar de bons momentos, dias felizes, esperança, amor e fé. Quero guardar no meu coração o que é bom e agradável, como ensina o apóstolo Paulo em Filipenses 4:8. O dia triste da sua partida não define os muitos momentos que Deus permitiu estarmos juntas. As alegrias são maiores. Obrigada meu Deus pela mãe que tive!

Filipenses 4: 8. "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." Filipenses 4.8



terça-feira, 10 de abril de 2018

Desaniversário


Esta é a semana do meu desaniversário.
Um filme passa pela minha cabeça.
Como cheguei até aqui?
Graças à Deus por tantas vitórias.
Pela família maravilhosa que Deus me deu.
Válter, Kelly, Karen, Rodrigo e Wesley
Pela caçulinha da família
Laurinha
Que tanto me faz feliz.
Obrigada Senhor por tudo!

"Entrai pelas portas dele com gratidão, 
e em seus átrios com louvor; louvai-o, 
e bendizei o seu nome."




sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

LAURINHA FOI À ESCOLA



É mais uma fase boa e necessária para Laurinha.
Mas meu coração não se convence. Insiste em sofrer. Minha vontade é de sair correndo, arrancar a minha neta da escola, e trazê-la para meu colo. Trazê -la para seus brinquedos, meu dengo, meus mimos, o nosso soninho da tarde, o parquinho da vovó. Nos balançar na rede, contar histórias do coqueiro, da menina loirinha dos cabelos cacheados que vai para a praia com o papai e a mamãe, e encontra passarinhos no coqueiro. Assistir muitos desenhos e encená-los depois. Desenhar, correr, jogar bola.
Que dias maravilhosos passei vendo minha neta se desenvolver à cada dia. Sou muito grata à Deus por isto.
Nem comento nada com minha filha, pois ela também está se adaptando. Deixar nossos pequenos para outros cuidarem não é fácil. Suportar o choro, mesmo sabendo que não dura um minuto, é prova de fogo. Como vou choramingar minha dor?
Esta semana foi difícil para todos os envolvidos. Temos dois dias para respirar. E a vida segue seu curso.
Vai Laurinha. É hora de você explorar. Como você fez quando começou a engatinha, andar, falar, imaginar. Você é minha pequena exploradora. Eu sou a sua vovozinha. Fico aqui torcendo por você. Te amo!