segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

NO CÂNTICO DOS PASSARINHOS



No cântico dos passarinhos nasce a harmonia
Do encanto da liberdade, da irreverente alegria
Nas enseadas do vento o som sonoro me envolvia
Diante deste momento meu coração revivia!

O sol da minha terra brilha mais ao meio dia
Onde gorgeiam os pássaros lindas melodias
Dispensa mensagem escrita, a vista me conduzia
Sentado na areia da praia o coqueiral repetia.

Com o vento, a palha na palha se esfrega, relato ele dizia
O verde do mar na cor reluzia, e na onda o vento forte que se resfria
E eu com o pensamento sonhando e envolvendo na lembrança o pranto
De dia em dia na minha mente vivendo e esperando lembrança que há algum tempo eu não sentia.


Escrito por: Valter Nestor da Silva, 21/01/11

UMA ÚNICA IMPRESSÃO

5 comentários:

  1. Lovely words,even in translation. I would like to spend a few hours at this beautiful, sunny place too.

    ResponderExcluir
  2. Beautiful imagery seen in the translation of beautiful times spent by the sea and the end dips to reality of daily humdrum life that goes on!!
    Enjoyed it!!

    Translated as

    Belas imagens vistas na tradução de lindos momentos passei pelo mar e os mergulhos fim a realidade da vida monótona diariamente o que se passa!
    Gostei!!

    ResponderExcluir
  3. Beautiful scene!

    Have a great day.

    ResponderExcluir
  4. Eu me sente feliz pela foto que se enquadrou à poesia feita com muito carinho a respeito da minha querida terra: Pernanbuco. Queria mesmo é estar lá para despertar minha espiração para
    a escrita. Sei lá! Funciona como um combustível, tchal.

    ResponderExcluir

Abra seu coração! Seu comentário enriquece este espaço!